2007_ Disposições Transitórias ou Pequenas Mortes

Prêmio Funarte/Klauss Vianna. Dir. Vera Sala.

O trabalho aborda a  sobrevida, a potência que precede a morte. Sons, luzes, espelhos, frestas, projeções e estruturas metálicas cortam o espaço, compondo assimetrias em tamanhos, volumes e velocidades. O corpo de Vera Sala está exposto, deitado e vibrando sobre cacos de vidro. São micro-movimentos, quase tremores, que, de repente, provocam uma convulsão, uma espécie de terremoto em seu corpo. Um olhar mais atento percebe que os apoios são passagens de risco para as trajetórias. Para a realização do projeto, Vera Sala contou com Rodrigo Gontijo e Karina Montenegro (vídeos), Daniel Fagundes (instalação sonora), Hideki Matsuka (espaço cênico e iluminação) e Dora Leão (produção), além das interlocutoras Christine Greiner e Fabiana Britto. (trechos do texto de Maira Spanghero. Disponível em: http://idanca.net/lang/pt-br/2007/08/21/as-novas-existencias-de-vera-sala/4788)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s